Comitê faz avaliação do Programa de Formação Continuada em Docência

No encontro, a Pró-reitoria de Graduação também submeteu plano de formação docente deste ano para avaliação e aprovação do Comitê

13/02/2015 12h50 - Atualizado em 20/02/2015 às 15h01
context/imageCaption

Comitê faz avaliação do Programa de Formação Continuada em Docência

Deriky Pereira – estudante de Jornalismo

O desempenho do Programa de Formação Continuada em Docência do Ensino Superior (Proford) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) no ano de 2014 foi avaliado pelo Comitê de Avaliação e Acompanhamento (CAAP) em reunião realizada na última quarta-feira, 4 de fevereiro. Na ocasião, a Pró-reitoria de Graduação (Prograd) também submeteu plano de formação docente deste ano para avaliação e aprovação do Comitê.

Estiveram presentes o pró-reitor de Graduação, Amauri Barros, além de Jean Davino e Vera Pontes também da Prograd; Iolanda dos Santos, da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas e do Trabalho (Progep); Irinaldo Diniz, da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propep); Walter Matias, da Comissão Permanente de Pessoal Docente (CPPD); Lucy Vieira da Comissão Própria de Avaliação (CPA) e Mônica Bezerra do Campus Arapiraca.

Segundo Iolanda dos Santos, dentre os pontos de debate, um deles foi a preocupação em levar o Proford para um número significativo de docentes, incluindo àqueles que já são mais antigos no quadro da Universidade. “A Famed [Faculdade de Medicina] foi citada como exemplo a ser seguido pelas experiências exitosas na área de saúde com mestrados profissionais”, disse a servidora.

Além disso, foi cogitada a oferta de cursos de especialização e aperfeiçoamento em parceria com a Propep, Progep, além da Pró-reitoria de Extensão (Proex) e da Coordenadoria Institucional de Educação a Distância (Cied). “O Proford também poderá realizar ao longo do ano, ações em parceria com a Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS), na qual a Ufal faz parte. A UNA-SUS foi criada pelo Ministério da Saúde em 2010, e suas ações são direcionadas para atender às necessidades de capacitação e educação permanente dos profissionais de saúde que atuam no Sistema Único de Saúde”, complementou Felipe Sarmento, coordenador de desenvolvimento pedagógico da Prograd.

Foi ressaltada, também, a importância de os Coordenadores de Cursos permanecerem presentes durante a visita do Ministério da Educação (MEC) no período de avaliações. “E isso mesmo que ele tenha deixado a coordenação, pois seu nome continua constando no sistema. Daí, a necessidade de normatizar as coordenações, alterando o Regimento Interno da Universidade”, alertou o pró-reitor de Graduação, Amauri Barros.

Para este ano, os presentes concordaram em “potencializar as ações formativas para contemplar um maior número de docentes, otimizando as ofertas de acordo com as demandas de cada área, e isso é importante porque fortalece a política de formação continuada de docente numa perspectiva pedagógica”, ressaltou a pedagoga Vera Pontes.

Logo em seguida, a proposta de atividades para realização neste ano foi entregue ao CAAP para avaliação e aprovação. Uma nova reunião está marcada para o dia 24 de fevereiro a fim de consolidar os pontos apresentados no Plano de Ação do Proford para este ano.

Sobre o Proford

A qualificação e a formação permanente de seus docentes é uma ação prioritária da Ufal, que conta hoje com o Programa de Formação Continuada em Docência do Ensino Superior, regulamentado em 17 de março de 2014 e destina-se à formação dos docentes que tem como finalidade a concepção de uma política de formação continuada em docência superior que concorra para o desenvolvimento do ensino, pesquisa, extensão e gestão.

Além disso, o Proford visa disponibilizar aos docentes formações que visem à reflexão sobre as gestões acadêmica e para o desenvolvimento institucional, contemplando as linhas de formação Continuada em Docência do Ensino Superior – dirigida aos docentes em Estágio Probatório e Estáveis – e formação Continuada em Gestão Acadêmica e Gestão Administrativa, destinada a diretores e coordenadores de cursos.