Alunos de Computação desenvolvem auxílio para prática de atividades físicas

Estudantes, que são integrantes do projeto Edge Academy, criaram software para dar suporte à execução de exercícios
Por Cecília Tavares - Ascom Edge
21/03/2024 14h04
Protótipo de aplicativo para dispositivos móveis funciona como um assistente para execução de exercícios físicos

Protótipo de aplicativo para dispositivos móveis funciona como um assistente para execução de exercícios físicos

Cinco estudantes da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), dos cursos de Engenharia e Ciência da Computação e que fazem parte do projeto Edge Academy, desenvolveram um protótipo de aplicativo para dispositivos móveis que funciona como um assistente para execução de exercícios físicos, o Trainer.  A ideia surgiu diante da observação de academias de ginástica com muitos alunos e poucos instrutores para suprir a demanda.

"A saída que encontramos foi criar um aplicativo usando visão computacional para auxiliar o usuário, esteja ele dentro da academia, ou treinando em casa, para que consiga executar os exercícios de forma correta”, explica um dos desenvolvedores do projeto, o aluno do 6° período de Ciência da Computação da Ufal, João Pedro Magalhães. Além dele, a solução foi idealizada por Matheus Oliveira, também graduando em Ciência da Computação, e Renalvo Júnior, Vinicius Ramos e Gabriel Germano, os três estudantes do curso de Engenharia da Computação.

O processo de criação do aplicativo passou por várias fases -  da ideação à prototipação, desde a escolha do framework, e a decisão de desenvolver um software multiplataforma. O Trainer utiliza uma biblioteca do Google para visão computacional e, para adaptar à realidade, foram testados vários ângulos, para identificar o exercício e qual a forma correta de sua execução. "Por exemplo, na execução de um exercício para o bíceps não é correto abrir muito o braço e levantar. É preciso estar com o braço mais fechado, então, calculamos esses parâmetros com base nas angulações do braço, do cotovelo, entre outras partes, para poder ver qual a forma correta de fazer”, afirma João.

De acordo com os estudantes, existe ainda a possibilidade de ampliar o escopo do projeto, com a inclusão de outros tipos de exercícios. “Dá para incrementar os movimentos já catalogados, como também aumentar o número de exercícios. Por enquanto, ainda estamos na fase de protótipo, só para amostragem, mas já temos ideias de variações que podem ser incluídas nesse software”, finaliza.

Edge Academy 

Viabilizado com recursos da Softex, o Edge Academy é o projeto de formação de talentos do Centro de Inovação Edge, voltado para os alunos do Instituto de Computação da Ufal, que visa promover a excelência acadêmica, desenvolver habilidades e competências, além de preparar os estudantes para a vida profissional desde o início da Graduação.