Alagoas recebe 48 novos médicos formados pela Ufal em colação antecipada

Colação de grau aconteceu por ato administrativo no início desse mês de junho
Por Jacqueline Freire - jornalista
16/06/2021 20h31 - Atualizado em 16/06/2021 às 20h34

A Universidade Federal de Alagoas (Ufal), realizou, no último dia 11 de junho, a colação de grau de 48 estudantes de Medicina. A solenidade ocorreu por ato administrativo, mediante assinatura e publicação de portaria de outorga de grau, sem solenidade presencial devido à pandemia causada pelo Coronavírus, de acordo com a Portaria nº 383, de 9 de abril de 2020, aplicada aos semestres letivos 2020.1. e 2020.2. 

A decisão da Reitoria em antecipar a colação de grau levou em conta o estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020 e a possibilidade da antecipação de colação de grau prevista na Lei 14.040, de 18 de agosto de 2020. “A referida portaria dispõe sobre a antecipação da colação de grau para os alunos dos cursos de Medicina, Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia, como ação de combate à pandemia de covid-19.”, explicou João Silva, chefe titular da Divisão de Registro Acadêmico (DRA/DRCA/Ufal).

O Departamento agilizou os trâmites necessários para efetuar a colação de grau e disponibilizou a documentação de conclusão aos novos graduados. “Após a colação de grau, a expectativa é de que os novos graduados pela Universidade Federal de Alagoas possam atuar na linha de frente no combate ao Coronavírus, exercendo uma das mais nobres missões: salvar vidas”, afirmou João Silva. 

A coordenação de Medicina comemorou a medida, pois esses novos profissionais ajudarão na luta contra a pandemia, um momento em que se necessita tanto de profissionais. “Temos o compromisso e a responsabilidade social de formar bons profissionais e é isto que estamos fazendo. São 48 novos médicos entregues à sociedade, e nesse tempo de exceção eles podem perfeitamente começar a atuar e depois ingressar nas residências médicas e outras especialidades”, afirma o coordenador do curso, Davi Costa Buarque. 

Esta é a terceira turma que se forma com base na Portaria. “Estamos satisfeitos em entregar esses novos médicos, com uma boa carga de aprendizado, entregamos à sociedade profissionais com qualidade, que podem exercer a Medicina e ajudar nesse momento tão delicado da saúde da população”, concluiu.