Estudante de letras da Ufal receberá a Comenda Zumbi dos Palmares

Taynara Silva destacou-se pela luta antirracista ao denunciar ataque sofrido na escola em que trabalhava
Por Lenilda Luna - jornalista
11/03/2020 13h06 - Atualizado em 12/03/2020 às 19h25
context/imageCaption

Taynara Silva será homenageada nesta sexta

Taynara Silva, estudante de Letras da Universidade Federal de Alagoas, vai ser condecorada na sexta-feira (13), com a comenda Zumbi dos Palmares. A honraria é concedida pela Câmara de Vereadores de Maceió às personalidades que se destacam na luta contra o racismo. O projeto é de autoria do vereador Cleber Costa.

Segundo os historiadores, Alagoas é o Estado que abrigou o maior quilombo da América Latina, que resistiu cerca de cem anos, criando uma comunidade de negros e negras em busca de liberdade, que se organizaram para sobreviver de forma autônoma. O Quilombo dos Palmares chegou a ter 20 mil habitantes, antes de ser destruído, em 1694, pelas tropas do bandeirante Domingos Jorge Velho, sob comando das autoridades portuguesas.

Apesar dessa história de resistência, a sociedade alagoana também é marcada pelo racismo e pela discriminação. Foi essa situação que Taynara Silva enfrentou no início de fevereiro, quando a diretora da escola em que ela trabalha a agrediu com palavras que faziam referência aos castigos sofridos pelos escravos. Os alunos de Taynara realizaram um protesto que ganhou uma repercussão internacional.

A solidariedade em torno de Taynara fez levantar a discussão sobre o racismo e a discriminação racial no Estado, levando à criação da Frente Antirracista em Alagoas. Nesse contexto, a estudante foi indicada para receber a comenda. “Eu, que sou feminista negra classista, me sinto na obrigação de lutar por aquelas que não tiveram oportunidade de ter educação, por aquelas que não têm voz, que são invisibilizadas", disse Taynara em recente entrevista à Rádio Ufal.

Ouça a entrevista aqui