Plano de Biossegurança prevê retorno presencial de estágios na área de saúde

Primeira fase vai contemplar estágios obrigatórios de 13 cursos da Ufal e instituições conveniadas do Hospital Universitário.
Por Manuella Soares - jornalista
01/10/2020 17h02 - Atualizado em 02/10/2020 às 08h52
context/imageCaption

Professor Eurico Lobo, líder do grupo (foto: arquivo pessoal)

A expectativa é para uma retomada breve e segura. A Gerência de Ensino e Pesquisa (GEP) do Hospital Universitário (HU) da Universidade Federal de Alagoas, que integra a rede Ebserh, apresentou ao grupo de Trabalho (GT) Logística do Retorno das Atividades Presenciais da Ufal um Plano de Biossegurança e Retorno das Atividades dos Estágios Obrigatórios. As estratégias estão sendo pensadas coletivamente desde o mês de julho, quando iniciaram as discussões junto ao Colegiado Executivo do HU.

Todos os procedimentos foram apresentados numa proposta de calendário de retorno escalonado e subdivido em fases. O chefe do setor de Gestão de Ensino, Felipe Sarmento, explica que a primeira fase será iniciada a partir do dia 13 de outubro, com 100% da capacidade das atividades presenciais de estágios obrigatórios para os últimos períodos dos cursos de Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social, Terapia Ocupacional, Técnico em Radiologia e Técnico em Enfermagem.

Os outros períodos e áreas serão inseridos nas fases posteriores. E a cada 15 dias haverá uma reavaliação sobre permanência, mudança de fase ou, ainda, a possibilidade de retroceder. A análise vai ser realizada sempre de forma colaborativa entre a GEP, a Gerência de Atenção a Saúde (GAS) e os coordenadores de estágios dos cursos.

“Este plano de atividades é fruto de inúmeras rodadas de discussões, com a equipe de gestores, coordenadores de estágios e supervisores, de todas as unidades acadêmicas da saúde da Ufal e de instituições conveniadas, como a Uncisal e o Ifal. Trata-se de uma proposta construída coletivamente com o intuito de garantir o processo de ensino-aprendizagem dos estagiários com qualidade, mas com medidas de segurança sanitárias individuais, considerando as peculiaridades de cada formação”, destacou Sarmento.

Além do calendário proposto, a professora Regina Sales, chefe da Unidade de Gerenciamento das Atividades de Graduação e Ensino Técnico, apresentou a necessidade de realizar um novo cadastro dos discentes, e as atualizações das apólices de seguro e dos esquemas vacinais. Ainda para ingresso nas atividades de estágio, o Setor de Gestão de Ensino, está finalizando o Acolhimento Virtual Obrigatório no Ambiente Moodle da Ufal, com informações relacionadas à segurança do paciente e do trabalhador, gestão da qualidade, gerenciamento e uso correto de medicamentos, regulação e gestão de leitos e controle de infecção hospitalar.

O Plano de Retorno ainda prevê que os estudantes realizem cursos sobre o uso correto dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Avasus/UFRN); e de medidas de proteção no manejo da covid-19 na atenção especializada, oferecido pela Universidade Federal de Santa Catarina (Unasus/UFSC). Também será obrigatória a participação do curso de acolhimento oferecido pelo HU.

Discussões colaborativas

O Grupo de Trabalho Logística do Retorno das Atividades Presenciais da Ufal é liderado pelo professor Eurico Lobo; com apoio do chefe do setor de Gestão de Ensino, Felipe Sarmento; e a chefe da Unidade de Gerenciamento das Atividades de Graduação e Ensino Técnico, Regina Celia Sales Santos. Foram 14 reuniões colaborativas realizadas no mês de agosto com gestores do hospital e coordenadores de cursos para mapear as demandas e necessidades de campos de práticas de ensino.

Segundo os membros do GT, todos demonstraram amplo interesse nos processos formativos particulares dos estágios, incluindo os marcos regulatórios legais, para garantir autonomia dos Colegiados durante todo processo, além das condições necessárias para realização da integração entre estagiário, preceptor e supervisor docente.

O mapa de demandas dos cursos foi apresentado ao Colegiado Executivo do HU com a colaboração da Gerência de Atenção à Saúde para ponderar situações específicas. Como resultado dessa reunião, foi montado o Plano de Biossegurança e Retorno das Atividades dos Estágios Obrigatórios.