Integrantes do Grupequi participam de evento sobre bioética e direitos animais

Grupo da Ufal colaborou com realização de minicurso e apresentação de trabalho
Por: Ascom Ufal - 09/09/2019 às 10h05 - Atualizado em 09/09/2019 às 10h06
context/imageCaption

Vania Plaza, Pierre Escodro, Bárbara Goloubeff e as alunas JArbiane Oliveira e Ivana Ferre

Integrantes do Grupo de Pesquisa e Extensão em Equídeos (Grupequi), do curso de Medicina Veterinária da Ufal, participaram do 5º Congresso Brasileiro e do 2º Congresso Latino Americano de Bioética e Direitos dos Animais. Os eventos foram realizados de 4 a 6 de setembro na Universidade Federal de Sergipe (UFS). 

“Contribuímos com o minicurso Bem-estar dos jumentos no Nordeste: aspectos históricos, socioculturais, jurídicos e sanitários, tendo em vista que a Medicina Veterinária da Ufal é parte fundamental na resolução clínica desses animais abandonados que, hoje, estão sob tutela do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal e Frente dos Jumentos”, relata o professor e coordenador do Grupequi, Pierre Escodro, ao destacar o trabalho realizado pelo grupo por meio de ações que buscam garantir a sanidade dos animais abandonados, após o fechamento de um frigorífico no estado da Bahia. Para saber mais sobre esse trabalho, clique aqui.

Ainda durante o congresso, as estudantes bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Cientifica (Pibic) e ex-bolsistas do Projeto de Extensão Pró-Carroceiros, Ivana Ferro e Jarbiane Oliveira, apresentaram trabalho sobre um caso de zoofilia em muar (animal fruto do cruzamento de um jumento com uma égua), ocorrido em Maceió, que resultou em morte por maus tratos. “O trabalho levantou reflexões sobre o arcabouço jurídico da proteção animal e atos de exploração sexual de animais”, informou o docente.