Abertas inscrições para o 32º Encontro Regional dos Estudantes de Enfermagem

Inscrições vão até o dia 25 de abril; evento será de 1º a 5 de maio
Por: Diana Monteiro - jornalista - 21/03/2019 às 09h35 - Atualizado em 01/04/2019 às 15h32
context/imageCaption

Arte de divulgação

Com o objetivo de promover a integração dos estudantes de Enfermagem do Nordeste Brasileiro, o Campus A. C. Simões da Universidade Federal de Alagoas sediará, de 1º a 5 de maio, o 32º Encontro Regional dos Estudantes de Enfermagem (Ereen). O evento tem como tema central Politizando a formação em Enfermagem em tempos de retrocessos: desafios e perspectivas. As inscrições transcorrem até o dia 25 de abril e a atividade é aberta aos estudantes dos cursos da graduação e do nível técnico.

A última edição do Encontro ocorreu no estado da Paraíba, há seis anos, e a iniciativa para reativar o evento é dos estudantes da graduação em Enfermagem dos campi A. C. Simões e Arapiraca, com apoio dos centros acadêmicos 12 de Maio e Voz da Enfermagem, respectivamente. O evento é uma realização da Executiva Nacional dos Estudantes de Enfermagem e tem em sua comissão organizadora representantes dos cursos da Universidade de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), da Fundação de Apoio à Tecnologia (FAT) e do Centro Universitário Cesmac.  

Também fazem parte da organização os representantes do Comitê Estudantil da Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn/AL), e além da Ufal,  o Ereen conta com a parceria do Diretório Central dos Estudantes (DCE) e da Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn).

“A enfermagem sempre teve caráter político, enquanto transformadora social. O tema definido está conectado a essa realidade. Daí, a necessidade de remontar o evento num cenário político atual que põe em risco a educação pública, a saúde e a democracia”, destacou Danilo Miranda, presidente do Centro Acadêmico 12 de Maio e coordenador geral do Encontro.

Sobre a importância do encontro para a formação acadêmica vislumbrando o futuro profissional, Danilo reforça: "A enfermagem coloca-se socialmente como um agente transformador da realidade do indivíduo pela saúde. Ao compreendermos as adversidades as quais uma comunidade está inserida, poderemos agir de forma mais específica para prestar uma assistência de qualidade e equânime, além de tornar o futuro profissional da área mais crítico”.

Temática

A abertura, no dia 1º de maio, será no Centro de Interesse Comunitário (CIC), Campus A. C. Simões. Segundo o coordenador geral, integram a programação palestras, rodas de conversa, mesas-redondas e apresentações de trabalho com temas políticos pertinentes à conjuntura político-social com debates focados no impacto da política na vida de minorias sociais. Entre os foco, as  mulheres, os negros e LGBTs. “Abordaremos momentos que favoreçam a saúde mental dos estudantes, grupos de trabalho e discussões que imersam no das diversas realidades as quais os estudantes estão inseridos”, enfatiza Danilo. 

A inscrição para o 32º Ereen é por meio do site do evento, onde é possível encontrar todas as orientações de como participar.