Alunos em situação de vulnerabilidade podem realizar cadastro socioeconômico

Informações são necessárias para acesso aos programas de assistência como Restaurante Universitário, Residência Universitária e auxílios financeiros
Por: Pedro Ivon - estagiário de Jornalismo - 16/12/2019 às 10h18 - Atualizado em 20/12/2019 às 13h10

A Pró-reitoria Estudantil (Proest) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) publicou o edital de Cadastro Socioeconômico de estudantes para acesso aos programas de assistência estudantil, que visa realizar o cadastro dos alunos em vulnerabilidade socioeconômica matriculados nos cursos de graduação presencial dos quatro campi.

O cadastro é necessário para que os estudantes possam ter acesso gratuito aos Restaurantes Universitários (RUs), e conseguir auxílios financeiros e vagas em modalidades de assistência estudantil.

Para realizar o cadastro é preciso estar matriculado em um curso de graduação presencial da Ufal, comprovar a renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio, não estar cursando ou ter concluído outro curso de nível superior em qualquer instituição de nível superior, além de não ter vindo de mobilidade estudantil, incluindo o Programa de Estudantes do Convênio de Graduação (PEC-G).

Os interessados devem realizar a inscrição para cadastramento por meio do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa), pela internet, a partir das 8h desta segunda-feira (16), até às 17h do dia 24 de janeiro de 2020. Para acessar o Sigaa e realizar as inscrições, clique aqui.

Confira aqui o edital na íntegra.

A Proest também lançou uma nota a respeito do edital de cadastramento, abordando alguns pontos do documento e sintetizando as informações básicas, além de uma tabela com os horários e locais para esclarecimento de dúvidas com atendimento presencial. Confira a nota completa no anexo.