Portal do Governo Brasileiro

Caatinga Vista do Espaço: imagens podem ser vistas na Sala de Exposições da FAU

Professor Neison Freire, que coordena a pesquisa, estará presente na exposição nesta quarta-feira (5)
Por: Pedro Ivon – estagiário de Jornalismo - 04/09/2018 às 11h36 - Atualizado em 04/09/2018 às 11h40
context/imageCaption

Professores Neison Freire e Débora Cavalcanti, junto com os monitores da exposição

Está sendo realizada, até o dia 13 de setembro, na Sala de Exposições da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU), da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), a exposição Caatinga Vista do Espaço, que apresenta 14 cartas imagem de satélite produzidas na pesquisa Mapeamento e Análise Espectro-Temporal das Unidades de Conservação de Proteção Integral da Administração Federal no Bioma Caatinga. A pesquisa foi realizada entre o final de 2013 e dezembro de 2016 pela Fundação Joaquim Nabuco e pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

A professora Débora Cavalcanti, responsável por organizar a exposição na FAU, ressalta que toda a comunidade universitária está convidada a conferir as imagens. “Para os alunos da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo a exposição apresenta uma ferramenta ainda pouco utilizada entre os estudantes e profissionais da arquitetura e do urbanismo. É um instrumento de análise para pensar o espaço”, afirmou a professora.

Para os pesquisadores, as imagens possibilitam uma análise detalhada, sem as dificuldades do deslocamento. A ferramenta do sensoriamento remoto permite uma economia em relação aos custos de uma viagem até essas regiões de difícil acesso”, explicou o monitor Maurílio Neemias, meteorologista e doutorando na FAU, responsável pelas orientações na manhã do primeiro dia da exposição.

A pesquisa que acabou gerando as imagens teve o objetivo de mapear, analisar e caracterizar o estado atual das 14 unidades de conservação de proteção integral da Administração Federal no bioma Caatinga. Participando como pesquisador titular da Fundação Joaquim Nabuco, o professor Neison Freire estará presente na exposição durante a manhã da próxima quarta-feira (5).

O pesquisador tem participado de várias atividades para alertar que a caatinga está em risco. “Precisamos desenvolver mais pesquisas sobre esse bioma, pois a caatinga possui uma biodiversidade que deve ser preservada, além de ter história e guardar memórias”, declarou o pesquisador. .

Além das cartas-imagem, a mostra também conta com a exibição do vídeo Caatingas em Risco produzido a partir de uma investigação coordenada por Neison Freire ao longo de três anos, na Fundação Joaquim Nabuco, destacando que a caatinga é um bioma que encontrado apenas no Brasil. O vídeo pode ser conferido no canal Cieg Fundaj, do Youtube.

Promovida pelo Núcleo de Estudos do Estatuto da Cidade (Nest), a exposição Caatinga Vista do Espaço será realizada em diferentes horários: nos dias 5, 6, 11 e 12 de setembro, a exposição irá das 9h às 12h e das 14h às 17h. Nos dias 4 e 13, entre 9h e 12h. Por fim, no dia 10, a mostra ocorrerá entre as 14h e 17h.