Portal do Governo Brasileiro

Maior programa de pós-graduação da Ufal faz aula inaugural com novos alunos

Estudantes do mestrado e doutorado em Educação foram recepcionados e apresentados ao PPGE
Por: Ascom Ufal - 26/06/2018 às 09h09
context/imageCaption

Solenidade deu as boas vindas aos estudantes

O Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE) da Ufal realizou, na última quinta-feira (21), a aula inaugural para recepcionar os 53 novos discentes das turmas dos cursos de mestrado e doutorado. A mesa de boas vindas, no auditório Élcio Verçosa, no Centro de Educação (Cedu), contou com a presença do pró-reitor de Pós-graduação e Pesquisa, Alejandro Frery, representando a reitora Valeria Correia, o diretor do Cedu, Jorge Eduardo de Oliveira, o coordenador do PPPGE, Luis Paulo Mercado, e representantes dos professores, técnicos e estudantes.

Ao recepcionar os discentes, eles falaram sobre a importância deste momento de ingresso na pós-graduação, os desafios que terão pela frete no contexto de adversidades para as universidades públicas e o papel da pós-graduação em Educação no contexto alagoano e nacional, pelo fato do PPGE ser o maior programa de pós-graduação da Ufal e ter o único doutorado em Educação do estado de Alagoas. Na solenidade, foram enfatizados o processo de reestruturação do PPGE, e as ações de melhoria das condições de trabalho dos 20 grupos de pesquisa distribuídos em cinco linhas de pesquisa, visando aumentar os indicadores de qualidade do Programa, a partir dos resultados da avaliação quadrienal encerrada em 2016.

A aula inaugural intitulada Dezessete anos de PPGE: passado, presente e futuro da pós-graduação em Educação na Ufal foi ministrada pelo professor Luis Paulo Mercado, que resgatou a história da pós desde a década de 80 até a criação do mestrado em Educação, em 2001, e o percurso de ampliação, criação do doutorado e a consolidação do Programa até os dias atuais. De acordo com Mercado, são 813 discentes matriculados entre 2001 e 2018, cerca de 500 dissertações e teses defendidas em 17 anos de existência e com 36 professores credenciados atuando em atividades de docência, orientação e pesquisa.

“Desde sua gênese o PPGE contribui para atuação efetiva políticas educacionais visando a melhoria da qualidade da educação em Alagoas, formando professores e pesquisadores para intervirem na melhoria da educação na região, além de atuar também na formação de quadros experientes de pesquisadores que se articulam com ações sociais que se refletem na melhoria da qualidade da educação básica local, essencial para o desenvolvimento da Ufal”, destacou o coordenador, Luis Paulo.

Mercado também apresentou os principais desafios e perspectivas para o PPGE no quadriênio 2017-2020 na avaliação da Capes: ampliar o conceito do PPGE nas avaliações quadrienais; a produção qualificada: docentes e discentes; e o processo de internacionalização das atividades de pesquisa e produção científica; criar cenários de articulação com a educação básica; e mecanismos de acompanhamento dos discentes e egressos. Também estão nas perspectivas aprimorar a formação sólida de pesquisadores e de docentes para o ensino superior; e institucionalizar os processos de autoavaliação com o fortalecimento da dimensão qualitativa.