Acolhimento tem defesa da universidade pública e convite para explorar a Ufal

Calourada Universitária inicia com programação diversificada
Por: Pedro Ivon - estagiário de Jornalismo - 12/11/2018 às 14h22 - Atualizado em 12/11/2018 às 14h26
context/imageCaption

Calourada 2018.2 iniciou nesta segunda-feira (12). Foto: Renner Boldrino

Foi realizada, na manhã desta segunda-feira (12), na Reitoria da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Campus A.C. Simões, a Calourada Universitária, recebendo os alunos recém-chegados. A programação iniciou com um café da manhã no pátio da Reitoria e uma atração cultural, com apresentação do grupo LP Musical, e em seguida houve a Aula Magna proferida pela reitora Valéria Correia. O Hemocentro de Alagoas (Hemoal) participou da calourada realizando cadastro de medula óssea. Um tour pelo campus também foi planejado para o novo estudantes.

“Hoje é um dia de muita alegria, quando a gente recebe os calouros da nossa Universidade, é um dia de comprometimento, de compromisso em defesa da universidade pública, para que ela permaneça pública e de qualidade, socialmente referenciada”, declarou a pró-reitora de Graduação Sandra Regina Paz.

Entre sorrisos e preocupações, os calouros se mostraram animados e com boas expectativas para os próximos anos. “Me sinto um pouco nervoso”, revelou o ingressante no curso de Matemática Joel Medeiros, mas também disse que espera contribuir com o país da maneira que pode, como professor. O novato em Educação Física, Yan Mikael, também compartilhou o que espera: “A expectativa é de crescer e construir uma carreira. E, principalmente, de muito aprendizado, pra começar minha vida”.

Com o tema Universidade e democratização do conhecimento, sugerido pelos membros do Diretório Central dos Estudantes (DCE), a reitora Valéria conduziu a Aula Magna e relembrou as falas dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a defesa da liberdade de expressão nos ambientes acadêmicos. A Correia também ressaltou a importância da universidade e da democracia.

“De forma bastante clara eu apresentei para os estudantes que a universidade é um locus privilegiado de produção de conhecimento. Nós, as 63 universidades brasileiras e os institutos de pesquisa públicos, produzimos mais de 90% da produção científica do país”, disse.

A reitora ainda deixou uma mensagem para os novos alunos: “A universidade tem experiências para além da sala de aula. Entrem nos grupos de pesquisa, façam extensão universitária, façam movimentos estudantis, participem das palestras, dos eventos. Universidade não é só ensino, sala de aula, mas é pesquisa, extensão, é cidadania, é arte, é cultura. Então, extrapolem as paredes da sala de aula, extrapolem os muros da universidade”.

Após a aula foi dada voz aos representantes do DCE e da União Nacional dos Estudantes (UNE), que falaram dos receios para o próximo ano e da defesa da democracia. A programação da calourada repete à tarde e à noite para contemplar os novos alunos dos demais turnos. 

Confira aqui o cronograma completo do Campus A.C. Simões e interior.