Campi do interior recebem encontros de iniciações científica e tecnológica

O 28º Encontro do Pibic e o 11º Seminário de Avaliação do Pibiti iniciaram no Campus A.C. Simões no início deste mês e encerraram nesta sexta-feira
Por Pedro Ivon – estagiário de Jornalismo
19/10/2018 14h55 - Atualizado em 19/10/2018 às 15h01
context/imageCaption

O vice-reitor José Vieira participou de atividades nos encontros do Pibic e Pibiti

Ocorreu, desde o dia 3 deste mês de outubro, nos campi da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), o 28º Encontro do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) e o 11º Seminário de Avaliação do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Pibiti). Tendo seu início no Campus A.C. Simões, os eventos também aconteceram nas unidades de Viçosa, Penedo, Arapiraca e culminaram nesta sexta-feira (19), no Campus Delmiro Gouveia.

Este último dia dos encontros contou com a palestra Na prática, a teoria é outra: a relação entre teoria e prática na pesquisa contemporânea, ministrada pelo professor Jomson Teixeira.

“É a primeira vez que o evento ocorre no Campus do Sertão, em Delmiro Gouveia, o que para nós que fazemos a Ufal, em particular para mim que sou professor do campus, é um indicativo muito positivo do nosso trabalho”, disse o vice-reitor da Ufal, José Vieira, que completou: “Este ano, estamos tendo a satisfação de também levar para todos os campi fora de sede e grande parte de suas unidades educacionais um momento particular do Pibic. Os campi da Ufal no interior sinalizam um crescimento acentuado da demanda por projetos e contemplar suas respectivas unidades com as sessões de apresentação demonstra a consolidação do projeto de expansão e de interiorização do ensino superior sem dissociar o tripé ensino, pesquisa e extensão”.

Nestas edições do Pibic e do Pibiti, todos os alunos ouvintes receberão certificados. Os representantes da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (Propep) destacam importância da iniciação científica na consolidação da pesquisa, pois provoca um vínculo entre ciência, economia e sociedade.

Segundo Berenice Pimentel, da Propep, o 28º Encontro do Pibic e o 11º Seminário do Pibiti têm a finalidade de dar visibilidade às produções científica e tecnológica desenvolvidas durante o ciclo agosto de 2017 a julho de 2018. “Além de fomentar discussões em torno dos resultados das pesquisas, promove a divulgação dos programas e das pesquisas desenvolvidas em cada unidade ou campi”, concluiu.