Curso de Jornalismo lança site para divulgar produção dos estudantes

Agência Labium abre espaço para conteúdos nos formatos de texto, áudio, foto e vídeo

17/11/2014 12h39 - Atualizado em 18/11/2014 às 00h53
context/imageCaption

Site da Agência Laboratório de Notícias - Labium

Pedro Barros - estudante de Jornalismo, com Agência Labium 

Estudantes de jornalismo têm mais um espaço para publicar seus trabalhos. A partir deste mês, está no ar o site Agência Laboratório de Notícias (Labium), do Curso de Comunicação Social (COS) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). A homepage, lançada no dia 3, vai veicular conteúdos jornalísticos dos alunos, em forma de texto, foto, áudio e vídeo. 

O projeto teve início na disciplina Oficina de Jornalismo Impresso 1, ministrada pelo professor Sivaldo Pereira da Silva. Com alunos atuando como pauteiros, repórteres e editores, a sala de aula já funcionava como uma redação, mas o conteúdo produzido não tinha onde ser divulgado. "A ideia já é antiga. Desde quando assumi Jornalismo Impresso 1, já sabia que precisávamos de um veículo laboratorial. Isso melhora a formação dos estudantes e torna a disciplina mais dinâmica e interessante", disse o professor. 

O site também está aberto a conteúdos produzidos em outras disciplinas, como as voltadas para rádio, televisão e fotografia, ou mesmo produções individuais dos graduandos. "O objetivo da agência é ser um projeto permanente que dará vazão às produções jornalísticas dos alunos, servindo como um jornal-laboratório online", explicou Sivaldo. 

A novidade trouxe expectativa para os estudantes. “Eu já ouvi muitos casos de estudantes dizendo que se não fosse o mercado de trabalho, não teriam aprendido a escrever matérias. Quanto mais oportunidades tiverem de lapidar seus talentos melhor. É crescimento na formação e aprendizado. Além de dar um gás a mais na vontade de aprender sempre”, ressaltou a coordenadora de política do Diretório Acadêmico do bloco de comunicação, a aluna Danielle Henrique. O estudante Wende Cerqueira teve uma de suas matérias espalhada na rede graças ao site. "Nos primeiros períodos, não temos muito contato com a parte prática do jornalismo e o site vem para nos dar mais visibilidade, expondo nosso trabalho", contou. 

De acordo com Sivaldo, já foram publicadas 44 matérias e 12 entrevistas. "Nas próximas semanas deveremos publicar aproximadamente mais 30 matérias que estão em processo de finalização e edição. Naturalmente, no período de recesso este volume diminuirá, mesmo assim o site continuará produzindo de forma contínua", explicou. 

Duas bolsistas, Tatyane Barbosa e Layane Brasil, monitora da disciplina, colaboram com a edição e o gerenciamento do site. "Com a entrada delas foi possível executar o projeto, pois é preciso uma equipe para manter a agência funcionando. Outros professores já estão colaborando com as produções de suas disciplinas, como é caso da professora Janayna Ávila", acrescentou o coordenador do projeto. 

A agência divide o conteúdo por editoria - Cotidiano, Esporte, Política, Tecnologia etc. -, por formato - fotografia, áudio e vídeo - e por gênero - entrevistas e especiais. Para ser postado, o conteúdo deve obedecer algumas exigências, sendo uma das principais passar pela edição e aprovação de um professor do Curso de Comunicação Social (COS). 

Saiba mais sobre a Agência Laboratório de Notícias.